Filhos dos Orixás (Orishas Sons)

Em uma vila de descendentes quilombolas no Recôncavo Baiano, as pessoas se guiam por seus Orixás, deuses antigos de culturas africanas. Idiossincraticamente e por um motivo que já se esqueceu a causa, a superstição dos moradores da vila reza que os demais moradores não devem jamais conhecer o Orixá de quem se é realmente filho, pois se assim acontecer, o Filho do Orixá pode ser acometido de profunda má sorte. E sendo assim, os moradores, deste particular vilarejo, duvidam quando um dos seus conterrâneos declaram-se filho especificamente de um Orixá, afinal como poderia revelar segredo tão vital? E, por uma questão de preservação da tradição, muitos dos moradores desenvolveram o hábito de declararem-se filhos dos mais diferentes Orixás, a depender do benefício que desejem obter ou por puro prazer de fazer parte deste diferente ritual do costume local, estranho até mesmo para a tradição dos Orixás. Os deuses não viram nisso um mal e, por vezes, são mesmo vistos reunindo-se aos moradores quando estes aglomeram-se em espaços públicos de sua cidade para desvelar e comprovar de que Orixá realmente é filho cada um dos seus conterrâneos. Neste jogo de cartas, os jogadores utilizam a afinidade com os Orixás para obter recursos materiais (Riquezas) e espirituais (Axé), e tentar fazer os outros jogadores revelarem a afinidade com seus Orixás, levando-os assim a um grande azar… no jogo.
Jam Site: 
Jam year: 
2016
Diversifiers: 
Gandhi's Game
Story Mode
Platforms: 
Non-digital game (board game, card game, physical game, sport, etc.)
Installation Instructions: 

FILHOS DOS ORIXÁS - LIVRO DE REGRAS

Apresentação

Neste jogo de cartas, os jogadores utilizam a afinidade com os Orixás para obter recursos materiais (Riquezas) e espirituais (Axé), e tentar fazer os outros jogadores revelarem a afinidade com seus Orixás, levando-os assim a um grande azar… no jogo.

Introdução

Em uma vila de descendentes quilombolas no Recôncavo Baiano, as pessoas se guiam por seus Orixás, deuses antigos de culturas africanas. Idiossincraticamente e por um motivo que já se esqueceu a causa, a superstição dos moradores da vila reza que os demais moradores não devem jamais conhecer o Orixá de quem se é realmente filho, pois se assim acontecer, o Filho do Orixá pode ser acometido de profunda má sorte.

E sendo assim, os moradores, deste particular vilarejo, duvidam quando um dos seus conterrâneos declaram-se filho especificamente de um Orixá, afinal como poderia revelar segredo tão vital? E, por uma questão de preservação da tradição, muitos dos moradores desenvolveram o hábito de declararem-se filhos dos mais diferentes Orixás, a depender do benefício que desejem obter ou por puro prazer de fazer parte deste diferente ritual do costume local, estranho até mesmo para a tradição dos Orixás.

Os deuses não viram nisso um mal e, por vezes, são mesmo vistos reunindo-se aos moradores quando estes aglomeram-se em espaços públicos de sua cidade para desvelar e comprovar de que Orixá realmente é filho cada um dos seus conterrâneos.

Neste jogo de cartas, os jogadores utilizam a afinidade com os Orixás para obter recursos materiais (Riquezas) e espirituais (Axé), e tentar fazer os outros jogadores revelarem a afinidade com seus Orixás, levando-os assim a um grande azar… no jogo.

Componentes

27 cartas de Orixás

2 cartas Recurso

9 cartas de referência

18 Marcadores de recurso Riqueza

18 Marcadores de recurso Axé

1 Manual de regras

Preparação

Coloque as duas cartas de recurso no centro da mesa e espalhe os marcadores de recurso ao redor das cartas.

Embaralhe o deck de cartas de orixás e distribua duas para cada jogador. Estes poderão olhar suas cartas e em seguida deixá-las viradas para baixo a sua frente.

Objetivo

Ser o último jogador com pelo menos uma carta de orixá não revelada.

Ordem de Jogo

O jogo é realizado em uma série de rodadas, em cada rodada todos os jogadores têm o seu turno em sentido horário. O primeiro jogador é escolhido utilizando qualquer critério que os jogadores desejem utilizar.

No início do turno o jogador move um recurso Axé e um recurso Riqueza do suprimento para dentro das respectivas cartas. Caso uma das cartas já contenha 6 recursos, ou não existam mais recursos do tipo no suprimento, então novos recursos não entram.

Após adicionar os recursos, o jogador tem direito a uma ação que pode ser:

Trabalhar: o jogador pega para o seu suprimento pessoal um recurso à sua escolha do centro da mesa.

Obrigação: o jogador pega dois recursos de um mesmo tipo a sua escolha. Essa ação poderá ser bloqueada por Xangô.

Revelar: o jogador devolve 3 recursos do tipo Axé e 3 do tipo Riqueza para o suprimento. Então escolhe um jogador para revelar um Orixá, este vira o Orixá para cima e mantém a sua frente. Essa ação pode ser bloqueada por Iemanjá que poderá devolver todos os seus recursos e bloquear a revelação.

Realizar ação de algum Orixá conforme a listagem de ações abaixo.

Ações dos Orixás

Oxossi Pegue até 3 recursos de um mesmo tipo na mesa. Caso pegue todos do tipo Axé poderá ser bloqueado por Oxalá e caso pegue todos do tipo Riqueza poderá ser bloqueado por Oxum.

Oxalá Pegue qualquer número de Axé da mesa. Como reação poderá bloquear que outro jogador pegue todos os recursos do tipo Axé da mesa.

Oxum Pegue qualquer número de Riqueza da mesa. Como reação poderá bloquear que outro jogador pegue todos os recursos do tipo Riqueza da mesa.

Exú Recolha para você todos os recursos de um tipo de um outro jogador. Poderá ser bloqueado por Xangô.

Xangô Bloqueia a ação de Exú e a ação de Obrigação.

Ogun Recolha (ofereça) ao suprimento 3 recursos iguais e faça uma ação de Revelar.

Iemanjá Bloqueie uma revelação feita por Ogum contra você. Caso sofra uma ação de Revelação Comum você poderá bloquear recolhendo todos os seus recursos para o suprimento, se não possuir recursos não poderá bloquear.

Omolú Pegue 2 cartas de Orixás do monte, junte à todas as suas cartas de Orixás não reveladas e devolva duas a sua escolha para o monte.

Ossain Recolha 4 recursos do mesmo tipo para o suprimento, então devolva todas as suas cartas de orixás, reveladas ou não, para o monte de compra, recolha todos os seus recursos restantes para o suprimento e compre duas novas cartas de orixás que serão deixadas ocultas.

Blefe

Os jogadores poderão escolher utilizar ações e reações de Orixás que não possuem, nesse caso estarão blefando e estão sujeitos à dúvida dos outros jogadores. Quando um jogador recebe a dúvida este deverá revelar uma das suas cartas de orixás, se a carta estiver correta o outro jogador perde/revela uma das cartas de Orixá, o jogador que sofreu a dúvida substitui o seu Orixá por um outro da pilha de compra. Se a carta for um blefe, o jogador perde o Orixá, que fica revelado à sua frente.

Comprando novas cartas da pilha de compra

Quando precisar comprar novas cartas da pilha de compra embaralhe ela antes, então compre as cartas.

Quantidade de Cartas e Marcadores de Suprimentos (Axé e Riqueza)

Para jogos com até 5 jogadores, mantenha o deck de cartas com 18 cartas, duas de cada Orixá e 18 suprimentos de cada tipo (Axé e Riqueza).

Para jogos de 6 a 9 jogadores, mantenha o deck de cartas com 27 cartas, três de cada Orixá e 27 suprimentos de cada tipo (Axé e Riqueza).

Credits: 

Fabrício Caixeta Andriani
Cristhyane Ribeiro (Sinergia Games)
Diogo Cardoso
Ricardo Cidade (Arte)

 

Game Stills: 
Source files: 
Executable: